sexta-feira, fevereiro 24, 2006

EVENTO - ASPOENDO

Olá a todos,

Na 2ª semana de Março é a altura que em todo o Mundo se fala de Endometriose. O dia 8 é pelo seu significado o mais emblemático, e que muitas vezes, a imprensa procura para dar noticia.
Pela primeira vez em Portugal, iremos fazer como no resto do Mundo ( finalmente ! ), ou seja, não vamos para nenhum estúdio, não vamos para nenhuma rádio, não vamos estar reunidos com o poder politico, vamos estar onde mais precisam de nós - na RUA !

Vamos estar numa das artérias mais movimentadas da cidade de Lisboa, Saldanha, porquê ? Porque vamos estar perto das pessoas, vamos estar perto dos médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar da maior maternidade do país, vamos estar no local para prestar todos os esclarecimentos e convidamos todos os que possam entre as 10,30 e as 16 horas a apagarem uma vela por uma causa.

Esta campanha de sensibilização está integrada num contexto europeu, todos os países da Europa acordaram entre si, que a segunda semana de Março estaríamos a realizar algo em prol da Endometriose, a Austrália, Nova Zelândia e E.U.A acompanharam esta iniciativa e dai nós dizermos que em todo o mundo se fala da endo.
Estou-me a referir à Maternidade Alfredo da Costa ( 3 min. do Saldanha ). A comunicação social já está toda informada, aliás a Sic vai fazer cobertura do evento, só enviámos ontem o press release e tivemos logo resposta, por ser um evento diferente. Acredite se tivéssemos dentro de uma sala a debitar palavras da endo, não vinham tão depressa.
O evento basicamente é o seguinte : temos um bolo gigante, onde teremos a vela dos 700 ( 700 mil mulheres ) e convidamos as pessoas a apagar uma vela, é apenas um acto simbólico, mas que fica na memória, oferecemos a fatia do bolo e informação muito assertiva dos nr. da endo. O Saldanha é o centro financeiro da cidade, passam à hora de almoço, centenas e centenas de pessoas das centenas de empresas que existem à volta, vamos espalhar informação pela Maternidade, se vier algum médico, enfermeira é porque já conseguimos atingir o objectivo, o objectivo é manter a porta aberta e termos alguém interessado lá dentro para podermos chegar aos outros.
Obrigado..

8 Comments:

Blogger stardust said...

Só lamento não poder estar presente!

2:56 da tarde, fevereiro 24, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Tentarei passar pelo Saldanha e apagar uma vela.
Até há 3 meses atrás nunca tinha ouvido falar em tal doença.
Após longos anos de sofrimento, descobri que esse sofrimento tem um nome- Endometriose III, e é a razão porque ainda não consegui ser mãe.
TJosé

3:28 da tarde, fevereiro 24, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Só lamento que, mais uma vez, estas coisas aconteçam em Lisboa...
Eu sei q o impacto de ser na capital é diferente, mas o resto do País é sempre esquecido...

4:18 da tarde, fevereiro 24, 2006  
Blogger Sonia said...

:)))
lá estarei!

11:48 da manhã, fevereiro 25, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Sou também uma dessas 700.000 mulheres que sofrem de endometriose (no meu caso, já é grau IV- o máximo), e sofrem ainda mais pelo facto de os próprios médicos ginecologistas que frequentam durante anos não conhecerem eles próprios essa doença. Quando o nosso médico nos diz que está tudo bem, e que "não nos devemos preocupar demasiado com ao facto de não engravidarmos, porque isso é que nos faz inférteis!", a situação É MUITO GRAVE... É preciso que se saiba sobre esta doença para evitar dor, falta de qualidade de vida e sofrimentos físicos e psicológicos desnecessários, a tantas mulheres.

10:52 da tarde, março 11, 2006  
Anonymous Anónimo said...

não me esquecerei de certeza de comparecer a este movimento,como nunca esquecerei eas dores violentas que sofri desde o aparecimento da primeira menstuação,com 13 anos de idade,com várias médicas ginecologistas a dizerem todas que "ah isso das dores é normal"... não é normal é nenhuma delas saber o que é endometriose, até que uma excelente médica me disse, em 2004 já com 34 anos, que tinha que ser operada por laparotomia (5 horas de operação),para ter qualidade de vida. tenho endometriose gau IV. finalmente se fala de endometriose em Portugal!!!
Bem Haja!!!!

1:23 da manhã, janeiro 13, 2009  
Anonymous Anónimo said...

não me esquecerei de certeza de comparecer a este movimento,como nunca esquecerei eas dores violentas que sofri desde o aparecimento da primeira menstuação,com 13 anos de idade,com várias médicas ginecologistas a dizerem todas que "ah isso das dores é normal"... não é normal é nenhuma delas saber o que é endometriose, até que uma excelente médica me disse, em 2004 já com 34 anos, que tinha que ser operada por laparotomia (5 horas de operação),para ter qualidade de vida. tenho endometriose gau IV. finalmente se fala de endometriose em Portugal!!!
Bem Haja!!!!

1:23 da manhã, janeiro 13, 2009  
Anonymous Anónimo said...

Passei hoje dia 8 de Março pelo Saldanha eram umas 15h,e não vi ninguém...pena se houve esquecimento por uma causa tão importante.

1:12 da manhã, março 09, 2009  

Enviar um comentário

<< Home